domingo, 8 de janeiro de 2012

Mais um passo no calendario

.
.

.

Mais um passo no calendário

.

.

Cada vez com mais cansaço

Nesta luta destemida,

Completámos mais um passo

No calendário da vida.

.

Com foguetes a estoirar

Entre cânticos do povo,

Acabámos de chegar

A mais outro Ano Novo.

.

Que grande felicidade

Neste barco que balança,

Tudo anda em tempestade

Mas em nós há esperança.

.

Ninguém sabe o amanhã,

Mas isso, pouco importa,

Com alegria pura e sã

Já lhe abrirmos a porta.

.

E depois de ter entrado

Dê a coisa por onde der

É pôr o medo de lado

E seja o que Deus quiser.

.

Apesar da crise, rude,

Que nos está a envolver,

Haja sempre muita saúde

E a vontade de vencer.

.

Seja um ano de fervor,

Dois mil e doze, gaiteiro,

Que nos traga muito amor

Já que ele não tem dinheiro.

Rama Lyon

.

1 comentário:

Fernanda Maria Rocha Mesquita disse...

Ola amigos! Rama, editei este poema que gostei muito. Nao tenho vontade nem de vir ao computador. tenho estado doente mas espero estar a melhorar. Nunca vos esqueco. nao tenho e' vontade de escrever
com amizade