sábado, 31 de julho de 2010

Este nosso mês d'Agosto

.
.

.

Este nosso mês d’Agosto

………………………………………………..

.

.

Não há qualquer engano

Nas dúvidas do suposto,

O oitavo mês do ano

È mesmo o mês d’Agosto.

.

Lindo mês dos bailaricos

E das romarias d’aldeia,

Onde há tantos namoricos

Sob o olhar da lua cheia.

.

É o viver de um povo

A cantar p´la noite fora,

Que nos traz hoje de novo

As alegrias de outrora.

.

É a vinda de quem erra

Por esse mundo, distante

E agora volta à terra

Como puro emigrante.

.

Muito embora a lenda diga

Que é um mês de desgosto,

Eu penso que é cantiga

Dizer isso do mês d’Agosto.

.

Vejam bem todo o fulgor

Neste mês de mil eventos,

Onde pairam laços d’amor

Em namoros e casamentos.

.

Por isso vamos dar a mão

Com alegria e com gosto,

Regalando o coração

Neste lindo mês d’Agosto.

Rama Lyon

4 comentários:

Fernanda disse...

Bom domingo. E', o mes de Agosto tem mesmo este espirito. Espero que em Portugal as melgas nao sejam tantas como aqui. Nao quer mandar este poema para o cantinho? Com amizade. Beijos para a Cidalia.

Eduardo Mesquita disse...

O mes de agosto e sempre o de maior alegria em Portugal, muito pelo regresso de emigrantes ao seu pais de origem.
O pais transforma-se com muita gente pelas ruas, muita diversao e encontra-se este ambiente singularmente bem retratado, como sempre neste poema...
Um abraco
Eduardo

Viviana disse...

Olá! Amigo Rama.Lyon

Belo e significativo poema do mês de Agosto.

É tal qual.

Gostei muito, muito.

Posso "levá-lo para publicar no meu cantinho?

Sim?

Muito obrigada.

Agradeço a sua visita e o seu comentário no meu espaço.
Alegrou-me muito.

Um grande e afectuoso abraço

Viviana

Fernanda disse...

Ola amigos. estou a responder aqui porque a net esta a funcionar mal aqui. nao consigo acesso ao hotmail nem ao cantinho. queria ver se ha coisas por publicar. ontem coloquei de novo o seu poema em primeira pagina, porque nao gosto de ver aquela pagina com poemas do mesmo autor. obrigado pelo vosso apoio no Lacos. esta a ser um pouco dificil. O Eduardo telefona todos os dias mas os dias sao longos e esta a ser dificil para nos os dois. obrigado pela vossa amizade. acreditem que ela significa muito. fiquei emocionada e com lagrimas nos olhos com o vosso apoio. obrigado