segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Romance amoroso

.
.

.

Romance amoroso

.

.

Há muitos versos de amor

Incertos nas asas do vento

Mas os que têm mais valor

Trago-os eu no pensamento.

.

Foi a seta do Cupido

Com a tinta da paixão

Que pôs versos com sentido

No meu pobre coração.

.

Tinhas tu, dezassete anos,

Linda flor na mocidade,

Quando eu sem ter enganos

Me apaixonei de verdade.

.

Desde logo no meu peito

Se começou a escrever

Um romance tão bem feito

Que melhor não deve haver.

.

E a prova do que digo

Está nesta caminhada

Que eu fiz junto contigo

Pela vida de mão dada.

.

Linda história, tão sentida,

Que nosso amor escreveu,

No livro da própria vida

Que até hoje ninguém leu.

.

Esta chama abençoada

Que nos une tanto assim,

É por nós comemorada

No dia de S. Valentim.

Rama Lyon

.

.

3 comentários:

Fernanda Maria Rocha Mesquita disse...

Amigos Rama e Cidália foi um pouco atrasada a publicação no Lacos, desta bonita homenagem do Rama ao vosso amor, mas penso que vai a tempo.
Com muita, muita amizade
Fernanda

Viviana disse...

Olá Rama

Palavras tão lindas que revelam sentimentos tão nobres...

É bonito, muito bonito.

E, neste mundo de desamor e hipocrisia, é muito bom encontrar este lindo poema de amor.

Parabéns!

Que o bom Deus faça eterno o vosso amor.

Um abraço

viviana

RAMA.LYON disse...

Obrigado Viviana
Pelo seu comentário e também pelas suas tão carinhosas palavras...neste mundo, com amor, tudo é possível.

Um beijinho

Ramalyon