segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

No altar daquela igreja

.
.
*
*

No altar daquela igreja

*

*

A igreja dava sinais,

Duma festa requintada

E a beleza dos vitrais

Parecia a luz sagrada.

.

Um casal de namorados

Lado a lado no altar,

Ternamente apaixonados

Dentro em breve iam casar.

.

Dois corações palpitando

Em perfeita sintonia,

Desde à muito, esperando,

A chegada deste dia.

.

E num mundo d,esperanças

Com amor no coração,

Trocaram-se as alianças

Pra selar esta união.

.

Com seus olhos de carinho,

Pensando em S. Valentim,

Na ternura dum beijinho

Para a vida, disseram sim.

.

Os sinos repenicaram

A saudar, nesse momento,

Duas vidas que se juntaram.

Por laços do casamento.

.

E todos os convidados

Aplaudiram em alta voz,

Esses dois recém casados,

Que afinal, éramos nós.

.

Rama Lyon

.
*
*

1 comentário:

Fernanda Maria Rocha Mesquita disse...

Simplesmente adorei! como o tempo passa nao e'?. Mas quao bom sera recordar tudo isto. a noiva tem o mesmo sorriso que eu adivinhei na ultima foto. Parabens aos dois. Fiquei mesmo emocionada. O Rama fez bem em nao deixar escapar tao bela noiva.
Com muita amizade e muito carinho