quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Jardim de namorados

Jardim de namorados

.

No jardim da minha vida

Encontrei uma linda flor,

São Valentim em seguida

Entregou-ma com amor.

.

Esta prenda abençoada

Que moveu minha paixão

Ainda hoje está guardada

Dentro do meu coração.

.

Vou mantê-la ternamente

Até quando Deus quiser,

Não a troco puramente

Por uma outra qualquer.

.

Às vezes fico a olhar

Prá beleza que ela tem

E acabo por confirmar

Como ela me quer bem..

Agradeço esta ventura

Ao Cupido milagreiro,

Pela seta da ternura

Que de mim, fez jardineiro.

.

Vamos hoje relembrar

Nossos tempos já passados

Soletrando o verbo amar

Neste dia dos namorados.

.

Pouco importa a nossa idade

Neste lindo jardim em flor,

Foi-se embora a mocidade

Mas ficou um grande amor.

.

Rama Lyon

.

3 comentários:

nanda disse...

Lindo o seu poema. parabéns pelo grande amor que vos une. Isso demonstra o seu grande lado humano! Parabéns amigo!

RAMA LYON disse...

Ao seu, tão carinhoso comentário, apenas respondo:muito OBRIGADO.
A sua prova de amizade deixou-me deveras...emocionado.
Um beijinho deste seu GRANDE amigo.

Emanuel Azevedo disse...

Olá amigo Rama Lyon, eu tomei a liberdade de por o link do teu blog no meu ttp://emanuelazevedofotos.blogspot.com
espero que não te chateis se não quiseres posso remove-lo. Um forte abraço dos Açores