domingo, 10 de janeiro de 2010

Um manto feito de neve

.

Um manto feito de neve

.

.

.

Com talento e habilidade

Certo pintor de mão leve

Coloriu minha cidade

Com farrapinhos de neve.

.

Eu não sei quem foi o santo

Agindo tão bem assim,

Que da neve fez um manto

E cobriu o meu jardim.

.

As árvores estão vestidas

Com o branco imaculado

Como noivas conduzidas

Pelo braço do namorado.

.

Voam no ar os passarinhos

Não sabendo o que fazer

Cheios de frio, coitadinhos,

Sem ver nada p’ra comer.

.

Aguardam, espreitando,

Na neve que cobre o chão

Alguém que lhes vá deitando

Alguns bocados de pão.

.

Este frio que vai crescendo

No meio da branca beleza

Põe a cidade tremendo

Com o rigor da Natureza.

.

Mas em breve meu jardim

Irá seu manto despir,

E as plantas vão enfim

De novo poder florir.

Rama Lyon

2 comentários:

Fernanda disse...

Poema vestido de uma estacao do ano que veste a natureza de outra cor. Ja o coloquei em lacos, mas tambem o vou por em sonhos e magias, porque descreve a magia da natureza. Vai para o cantinho? A ver se ele ganha outra cor, mesmo que seja o branco.

Sonhadora disse...

Lindas fotos.
está tão bonito.

lindo poema

Beijinhos

Sonhadora