domingo, 14 de fevereiro de 2010

Poema para ti

.

.

Este poema que vais ler

Não foi pensado por mim

Porque eu não sei fazer

Versos tão lindos assim.

.

Dei apenas o contributo

Como simples escrivão,

Porque isto é o fruto

Que ditou meu coração.

.

Num momento apaixonado

Com palavras de ternura,

Veio ao mundo este ditado

Numa folha d’aventura.

.

Eu deixei-me incendiar

No calor dum beijo teu

E no seio do verbo amar

Meu poema assim cresceu.

.

De tal forma que agora

Eu o sinto noite e dia

No meu peito hora a hora,

Como airosa melodia.

.

Junto dessa tua imagem

De beleza desmedida

Ele dá-me a coragem

P’ra te amar toda a vida.

.

Estes versos deixam ver

Que por amor me perdi,

Impelindo-me a fazer

Este poema para ti…

.

Rama Lyon

.

6 comentários:

Fernanda disse...

Simplesmente... muito bonito! Fiquei um pouco emocionada! Parabens aos dois! A verdade e' que o amor verdadeiro existe!

Silvia Masc disse...

Lindo!!! O amor faz milagres e poemas.
beijinho

Eduardo Mesquita disse...

Felizes aqueles que têm uma musa inspiradora que os leva a expressar um sentimento, que muitas vezes o coração por si só não pode guardar
Eduardo.

Fernanda disse...

Hoje relembrei em lacos de poesia o seu poema JARDIM DE POESIA. Bom domingo para si e a Cidalia. Que o tempo esteja bom para passear. Aqui esta'. A primavera chegou mais cedo aqui. [estou sem hotmail e msn] a net aqui trabalha demasiado lento e por vezes nem da'.

RAMA.LYON disse...

Por aqui tudo bem...
Obrigado por ter relembrado um poema que eu tanto adoro.
Um beijinho grande

António e Cidália

Hana disse...

Que cantinho confortável vo vir sempre! Já estou seguindo.
Com carinho Hana
venha me visitar quando quizer