sábado, 7 de março de 2009

8 de Março de 2009

.

Pus um beijo numa flor

Com ternura de poeta

P´ra mandar com muito amor

Ás mulheres deste planeta.

.

Homenagem bem singela

Da mais pura simpatia,

Que essa flor seja a janela

Sempre aberta noite e dia.

.

Que ela nunca crie espinhos

No centro do vosso lar

E vos rodeie de carinhos

Sempre, sempre, sem parar.

.

Que vos dê muita coragem

Ao longo da vossa estrada,

Perfumando essa viagem

Nesta vida complicada.

.

E nas horas menos sãs,

Ela faça compreender

Que em todas as manhãs

Vosso sol volta a nascer.

.

Que ela seja a luz divina

Cheia de amor e carinho,

No virar de cada esquina

A mostrar o bom caminho.

.

E vos faça perceber

Que o homem verdadeiro,

Quer que o dia da mulher

Se festeje o ano inteiro.

.

Rama Lyon

3 comentários:

Maria Liberdade Oliveira dos Santos disse...

Parabéns pelo sensível e belo poema.
Obrigada pela visita gentil e pelas palavras carinhosas.

Abraço fraterno.

nanda disse...

Mais um poema onde a sua sensibilidade se mostra... parabéns!

Multiolhares disse...

Bonito o poema como bonita é a tua homenagem ás mulheres, estou de acordo que o dia da mulher seja todos os dias, talvez por ser um pouco avessa aos dias de…, penso que devemos fazer de cada dia um dia pleno, e se acho que as mulheres são importantes penso que os homens também o são então porque não partilharmos todos os dias do ano
Bj